Collection: Isadora Moraes

Aos cinco anos recém completados, Isadora leu em voz alta a palavra Leopardi no dorso de um famoso livro de poemas colocado em uma enorme pilha de obras de literatura, manifestando pela primeira vez sua entrada definitiva no mundo da leitura e da escrita. Coincidência ou não, a poesia foi o gênero que escolheu, desde criança, para registrar sua forma de estar no mundo, ainda que, toda expressão artística, para Isadora, fosse forma de vida, da dança às artes plásticas. Nas artes cênicas buscou um caminho profissional e atuou em filmes e peças teatrais, ainda como estudante da Escola de Teatro da Ufba. Com a poesia, teceu os fios de sentido que alinhavaram suas experiências e sentimentos. 

Sua vida, interrompida aos 24 anos incompletos, em março de 2018, foi intensa e generosa em exemplos de como a arte pode ser meio e fim para a construção de uma humanidade amorosa, sensível e livre. 

Giselly Lima 

Retrato de Isadora Moraes

Livro de Isadora Moraes publicado pela Solisluna