Collection: Luis Henrique Dias Tavares

O escritor baiano Luis Henrique Dias Tavares (1926-2020), nascido em Nazaré das Farinhas, é autor de obras de ficção, dentre as quais este Moça sozinha na sala, cuja primeira edição é de 1961, publicada pela paulista Livraria Martins Editora. O livro, distinguido, em meados de 1962, com o Prêmio Carlos de Laet da Academia Brasileira de Letras, reúne crônicas que o autor publicou no Jornal da Bahia. O autor é reconhecido também no campo da não ficção, sobretudo por sua História da Bahia, obra na 12a edição (comemorativa, em 2019, dos 60 anos do lançamento da edição de estreia). Ele recebeu os títulos de Professor Emérito da UFBA e de Professor Honoris Causa da UNEB. Foi sócio de instituições nacionais e estrangeiras e ocupou cadeiras na Academia de Letras da Bahia e na Academia Portuguesa de História. Foi diretor do Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) e titular da Superintendência de Ensino Superior e da Cultura (DESC), atribuições que exerceu no período do Governo Luiz Viana Filho (1967-1971). O professor Luis Henrique Dias Tavares ingressou do magistério do ensino médio e construiu carreira universitária na sua UFBA, à qual dedicou dezenas de anos de trabalho e afeição. Ele obteve pós-doutorado na Universidade de Londres, ocasião em que, em mais de uma estadia na capital inglesa, pesquisou sobre o tráfico de escravos. Desses estudos resultou o livro Comércio proibido de escravos, publicado pela Ática em 1988. A obra dele, tanto na ficção como na não ficção, está comprometida com a liberdade!
Retrato de Luis Henrique Dias Tavares

Livro de Luis Henrique Dias Tavares publicado pela Solisluna