Museu Virtual Casa de Ganho para As Ganhadeiras de Itapuã

Museu Virtual Casa de Ganho para As Ganhadeiras de Itapuã

Imagine conhecer diferentes paisagens do bairro de Itapuã em Salvador, desde a Lagoa do Abaeté até o Farol de Itapuã. Agora, imagine fazer esse passeio sem ter que sair de casa e, o melhor, tendo como companhia a animação e musicalidade de As Ganhadeiras de Itapuã. Esta é a proposta do Museu Virtual Casa de Ganho, uma verdadeira viagem no espaço e no tempo tendo como linha central a trajetória deste grupo regional que nasceu em Itapuã, mas que já encantou todo o Brasil.

Idealizado e realizado pela Associação Cultural As Ganhadeiras de Itapuã com a concepção, pesquisa, design e execução da experiência imersiva da Solisluna Design Editora, o projeto tem o apoio financeiro do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura e da Fundação Pedro Calmon (Programa Aldir Blanc Bahia), via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Em uma experiência inteiramente online, o Museu Virtual tem uma estrutura interativa em que cada visitante é convidado a descobrir marcos importantes da história de Itapuã, acionando ícones e comandos apenas com o uso de um dispositivo conectado à internet como computador, celular ou tablet. A proposta do Museu é oferecer aos visitantes uma visão panorâmica exclusiva da paisagem de Itapuã por meio da experiência de imersão, incluindo uma interface adaptável para a utilização de óculos de realidade virtual (VR).

De acordo com Edvaldo Borges, um dos representantes do grupo, um dos principais objetivos do Museu Virtual Casa de Ganho é “mostrar a história do grupo, a ancestralidade, relacionando o antigo trabalho de ganho com o que o grupo faz hoje em dia levando sua musicalidade pelo mundo afora".

Homenageadas pela escola de samba carioca Unidos da Viradouro, com o enredo “Viradouro de Alma Lavada” tornando-se campeã do Carnaval 2020. As Ganhadeiras de Itapuã é um grupo cultural nascido no bairro de Itapuã existente desde 2004, com um trabalho musical que se caracteriza por uma combinação única de tradição e contemporaneidade.

Momentos marcantes na história do grupo estão disponíveis para o visitante em textos, fotos e vídeos; há registros exclusivos como a primeira apresentação pública do grupo e encontros das Ganhadeiras de Itapuã com personalidades como a ialorixá Mãe Stella.

O Museu Virtual Casa de Ganho permite que o público tenha a oportunidade de conhecer também a história do bairro de Itapuã, da Lagoa do Abaeté, e das antigas negras de ganho do período colonial que se tornaram o primeiro símbolo representativo do empoderamento feminino no país.  Tudo isto em um formato inovador em que cada visitante tem a liberdade de construir sua própria narrativa por meio da navegação, tornando ainda mais singular a experiência.